Convidado 2022

Dra. Jacqueline Machado

By março 27, 2022 maio 11th, 2022 No Comments

Juíza de Direito – Titular da 3ª Vara de Violência Doméstica e Familiar Contra a Mulher de Campo Grande-MS – 1ª Vara de Medidas Protetivas do Brasil Especialista em Direito Público Mestranda em Feminismo Jurídico na Universidade
Autônoma de Barcelona – 2021

Coordenadora da Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar do Tribunal de
Justiça de Mato Grosso do Sul (2017-2019) Membra da Cátedra UNESCO/UFGD – Gênero, Diversidade Cultural e Fronteiras Presidente do Fórum Nacional de Juízas e Juízes de Violência Doméstica – FONAVID – 2020.

A juíza sul-mato-grossense Jacqueline Machado, titular da 3ª Vara de Violência Doméstica de Campo Grande, foi uma das oito vencedoras nacionais do prêmio “Mulheres Brasileiras que Fazem a Diferença 2020”, promovido pela Embaixada e os Consulados dos EUA no Brasil. A premiação foi anunciada nesta terça-feira (24) e homenageia mulheres brasileiras que impactaram positivamente em suas comunidades, servindo como inspiração para outros cidadãos.

Jacqueline Machado é uma das principais ativistas do Brasil na proteção de mulheres vítimas de violência doméstica e foi a força motriz por trás da criação da Casa da Mulher Brasileira em Campo Grande, o primeiro centro de parada única do país que auxilia sobreviventes de violência doméstica. É lá que funciona a 3ª Vara de Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher, que foi a primeira vara do país a atuar especificamente na análise de medidas protetivas.

Em 2005, Jacqueline assumiu como titular da Vara da Infância e Juventude, em Nova Andradina, onde ficou por 11 anos. Lá, desenvolveu projetos que mais uma vez causaram um impacto positivo na sociedade; desta vez visando a proteção da infância e o incentivo a cultura da adoção. Com a proximidade que teve com as crianças que viviam no abrigo, a juíza percebeu que a maternidade poderia vir de outra forma do que apenas a gestação. Decidiu, então, adotar sua segunda filha.

Atualmente, a coordenadoria de Jacqueline executa 13 projetos. Entre eles, há o “Mãos emPENHAdas contra a violência”, que capacita profissionais da beleza para levar informações de qualidade sobre o como enfrentar e prevenir a violência contra a mulher. A iniciativa já foi replicada em outros estados Brasil, como Piauí, Pará e São Paulo.

 

Deixe seu comentário